Colete Masculino

Colete

Essa é a minha primeira publicação oficial sobre moda masculina aqui no Arretado. Resolvi então falar um pouco sobre o colete, dando dicas de uso dessa peça que desde o século XVIII faz parte do vestuário masculino. Pois, se antes ele era visto como algo sofisticado e formal, hoje essa peça pode ser utilizada de diversas maneiras, uma vez que a sua versatilidade mostra o quão moderno e descolado o colete se transformou.

Xadrez Colete é uma peça de complemento, portanto a sua forma de utilização vai depender muito do que será usado abaixo dessa peça. No caso da camisa xadrez, de manga de preferência, é bom utilizar uma que conste dentro das linhas a cor do colete utilizador. Independente de esse traço ser pequeno, este vai conseguir harmonizar-se com o colete.

Jeans

Está na dúvida entre calça ou bermuda? Você pode utilizar os dois, desde que ambas não briguem pela atenção de quem te observa. Não adianta colocar uma calça ou bermuda chamativa sendo que o destaque deve-se dar ao colete. Opte por tons neutros, mas na dúvida use mesmo a calça jeans, esta é um item que não vai entrar em conflito com o restante da roupa.

Alfa

A calça de alfaiataria também é uma boa pedida para utilizar com o colete. Mas como eu disse, lembrem-se de usar em tons neutros e não muito chamativos. Deixe o destaque para o colete.

Jeans1

Por fim tem o colete jeans. Esse é para quem gosta de ser mais ousado e como o colete de alfaiataria, o jeans também tem suas limitações com o restante da roupa utilizada. Como ele é um tecido pesado, tente não abusar de complementos que deixem o visual carregado.

Essa é a dica do arretado para vocês.

C&A e as redes sociais

cea10

A C&A é a maior rede de lojas de departamento do Brasil. Presente no país a mais de 30 anos e atualmente operando com mais de 220 lojas em 101 cidades. Mas o enfoque vai para o seu site,  cujo a meta é repassar para o público todas as novas coleções, como também todas as peças disponíveis para a venda nas suas lojas. Sendo também o mediador para as quatro redes sociais utilizadas pela empresa: facebook, twitter, youtube e Instagram.

cea4cea1cea2 cea5

A empresa possui um sistema de gerenciamento de conteúdo para as redes socais, uma vez que seus postes são quase que diários. Não se sabe ao certo se existe uma equipe contratada somente para essa função, mas pode-se afirmar que a empresa sabe gerenciar bem as suas postagens e tem uma boa organização sobre o seu conteúdo vinculado.

Sua interação com um público pode ser considerada relevante. A C&A não curte nem um conteúdos publicados por seguidores na sua fan page na plataforma facebook. Qualquer pessoa pode publicar, uma vez que as mensagens foram programadas para receptores globais, mas eles são seletivos para responder determinadas perguntas. Perguntas que podem ser respondidas facilmente, direcionado o individuo a algum numero de atendimento é rapidamente respondida.

cea6cea7

Já o Twitter essa interação de pergunta e resposta com os seguidores dessa plataforma é dada de forma mais direta e menos seletiva. Perguntas envolvendo preço, comentários sobre as peças, propaganda vinculada, enfim, a grande maioria parece ser respondida de uma forma mais interativa com o cliente.

O conteúdo gerado nas redes socias mudam conforme a plataforma. Em seu Instagram e facebook o uso de imagens são prioridades. São divulgadas as peças atuais e as novas coleções que estão por ser lançadas. Já o seu canal no youtube está direcionado para os VT’s publicitários e making of’s dos mesmos. E por fim o Twitter que tem como base linkar os seguidores e direcioná-los para as outras mídias ou o próprio site.

1460277_783669114993403_1132716079_n 1469835_784152244945090_60530240_n

No Facebook a C&A possui alguns aplicativos agregados a sua fan page e boa parte dos mesmo são para que haja uma interação da empresa com o internauta. O Do Meu Jeio deixa a capa do seu facebook mais moderna e fashion com desenhos ilustrados das vendidas na loja. Possuem também os aplicativos Fashion Like e o Poderosa do Brasil, o primeiro não foi possível ter acesso e o segundo é necessário que o cliente deixe o aplicativo acessar as suas informações.

cea8

Não identifiquei nem uma ação promocional da empresa na sua fan page ou demais redes sociais. Talvez seja pela dimensão da empresa, uma vez que a mesma não é de origem brasileira e devido ao grande número de seguidores não seja possível fazer uma promoção que não acarrete em prejuízo para a empresa.

A C&A divulga todos os eventos “offline” no facebook. Divulgação com banners e fotos do dia dos eventos é fundamental para a empresa provar a veracidade do evento para os seus seguidores. Dessa forma a mesma consegue divulgar e cativar as pessoas presentes no evento e público afins.

1424564_780815495278765_1834252552_n524729_780935298600118_342537023_n

Há também no seu facebook dois links diretos para demais redes sociais. Um direciona o cliente para o Instagram da empresa e o outro leva para outro site, dentro da plataforma da C&A, cujo o objetivo é criar um perfil e perguntar que look é ideal para determinados momentos. Com Que Look Eu Vou permiti que qualquer usuário pergunte e seja respondido de imediato pela consultora da coleção atual divulgada pela empresa.

cea9

Apesar de ter uma relação não muito afavel com os seus seguidores, a C&A aposta em uma relação mais simples e não muito afetiva com seus clientes nas redes sociais. Seu perfil está voltado mais para a divulgação das suas peças e eventos produzidos pela mesma, sendo alguns poucos pontos que ainda fazem com que a empresa tenha uma relação, mesmo que pequena, com seu consumidor.

Fichamento – Publicidade Online no Brasil

REFERÊNCIA: 

MONTENEGRO, C. A.. Estudo comparativo da eficiência da publicidade online no Brasil. Uma introdução aos Estudos Culturais. Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 3 , dez. 2007. Disponível em:<http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/5504> Acesso em: 03/12/2013

METAS:

O texto aborda de forma clara os meios utilizados pela publicidade, dentro do campo da tecnologia online, para agregar rentabilidade e visualização para empresas que utilizam dessa gama publicitária. Separando as possíveis plataformas para almejar esse objetivo a fim de passar para o leitor o conteúdo necessário para a melhor escolha de um formato online.

HIPÓTESES FUNDAMENTAIS: 

Qual a melhor formato para utilizar na sua plataforma? É essa pergunta que o autor vai te responder durante todo o decorrer o texto. Tentando deixar claro e muito objetivo os prós e contras de cada formato.

ARGUMENTAÇÃO  CENTRAL:

 “Hoje em dia, existem literalmente dezenas de formatos de publicidade online que podem ser utilizados para a divulgação de produtos e serviços.”(p. 38)

“Para  melhor  diferenciar  as  características  inerentes  aos  formatos apresentados,  estes  serão classificados  em  três  categorias:  display  advertisement,  search  engine  marketing,  ou simplesmente searche E-Mail Marketing.” (p. 38)

“Os principais formatos de display advertisement utilizados atualmente no Brasil são: o  banner, o pop-up/pop-undere o interstitial, além de suas variações.” (p. 38)

“No modelo de display advertisement, o anunciante paga pela exibição do seu anúncio.” (p. 38)

“A ação mais comum ao se clicar em um banner é ser levado para o site da empresa anunciante para que o consumidor obtenha maiores informações sobre o produto ou serviço anunciado.” (p. 38)

“Os pop-upssão anúncios exibidos em janelas independentes, menores do que a janela padrão do browser,  que  se  abrem  automaticamente  sobre  a  janela  padrão  de  navegação  quando  o internauta visita determinada página.” (p. 40)

“Outra versão deste tipo de anúncio é o chamado  pop-underou  pop-behind, que, ao contrário dos  pop-ups, abre uma janela atrás da janela padrão de navegação.” (p. 40)

“O  interstitial é um tipo de anúncio que  aparece  na tela do usuário  enquanto o conteúdo da página  está  sendo  carregado.” (p. 41)

“. Assim como o interstitial, o superstitial é exibido no período em que  o  usuário  está  navegando  de  uma  página  para  outra,  sem  atrapalhar  a  visualização  do conteúdo da página.” (p. 41)

“O  search  engine  marketing é  uma  modalidade  de  marketing  online  que  busca  promover websitespor meio de uma maior visibilidade em páginas de resposta de mecanismos de busca como o Google e o Yahoo.” (p. 42)

“No modelo de links patrocinados, o anunciante paga somente quando o usuário clica no seu anúncio, e não pela exibição como nos formatos de display advertisement.” (p. 43)

“O E-Mail Marketing é a versão eletrônica da mala direta tradicionale, portanto, necessita de uma lista de destinatários para a mensagem.” (p. 46)

“A  conclusão  deste  estudo  em  particular  é  que  se  deve  utilizar  mídia  do  tipo  display para aumentar a consciência de marca ou para reforçar a imagem da marca perante uma audiência de massa.  Linkspatrocinados, ainda segundo este mesmo estudo, devem ser utilizados para atingir  consumidores  que  estejam  procurando  pelo produto  que  você  tem  a oferecer” (p. 48)

JUIZO:     

A publicidade vem se moldando a tecnologia e tomando o seu lugar de destaque perante o universo online. O autor destacou os principais formatos utilizados para a divulgação de empresas em portais brasileiros e como o poder de persuasão em cima das características de cada um conseguem atingir o receptor.

A primeira categoria citada no texto é o Dispay Advertisement, que tem como base anúncios publicitários, exigindo uma gama de objetos de comunicação visual, como imagens, ilustrações, etc. Como também recursos multimídia ou até mesmo utilizar de uma estrutura estática ou animada, ou seja, vai além de uma simples imagem posicionada em um canto de um site ou plataforma online. Por fim o CPM calcula o valor gasto para investir nessa nova mídia e exibirá o anúncio conforme o número de vezes escolhido pelo divulgador.

O primeiro formato dessa categoria aborda o Banner, cuja funcionalidade foi à pioneira na utilização da publicidade online. Mas apesar de levar o usuário de o clica para o site principal da empresa, seu alcance não atinge a taxa de 1%, considerando então essa ferramenta um uso não muito viável para a comunicação de grandes instituições. Mas o mesmo é de fácil uso, pois sua visualização pode ser rápida e precisa em diversos computadores, não importando o seu sistema operacional.

A IAB (Internet Advertising Bureau) é o órgão que estabelece padrões de uso da publicidade online formado por agências do ramo. É ele também que define os tamanhos dos anúncios que podem ser vinculados nas páginas, este variando de 468x60cm (Full Banner) até o menor de 88x31cm (Micro Banner).

Pop-Up e Pop-Under, são formatos de janelas que aparecem sem que o usuário clique em algum link do site. Cada uma apresenta uma forma distinta de se apresentar para o internauta. Enquanto o Pop-Up é uma janela independente que abre na frente da página quando o usuário adentra em algum site específico, sendo esta adepta a padrões pequenos; o Pop-Under aparece atrás da página utilizada, ou seja, outra página é anunciada e muitas vezes o usuário só percebe a sua presença até que encerre as suas atividades e feche a página utilizada.

O maior formato com taxas de cliques e direcionamentos para a página do conteúdo é o Interstitiale. Este por sua vez, anuncia enquanto a página solicitada pelo internauta está carregando, ou seja, a mensagem será repassada independente se o mesmo deseja recebe-la ou não. Tendo uma semelhança no formato de propaganda, o superstitial também é um formato onde o usuário visualiza o conteúdo enquanto passa de uma página para a outra. Porem, este por sua vez permite que a propaganda seja carregada e só vinculada após todo o carregamento, evitando chiados na comunicação.

A segunda categoria é o Search Engine Marketing, consiste em aumentar a visualização do seu site através de respostas em mecanismos de busca rápida, ou seja, se pessoas procuram produtos ou serviços que estão relacionados ao seu comércio, estes serão encontrados ao pesquisar no google, yahoo, entre outros. Os links patrocinados é a ferramenta chave utilizada nessa categoria para o encontro rápido da sua página.

O E-mail Marketing é a terceira e última categoria que tem como função o envio de mensagens (e-mails) publicitárias direcionadas para um grupo de clientes específicos. Ele é diferenciado porque pode-se utilizar de recursos visuais, como também multímidia, aumentando assim a lista de visualizações por ser algo interativo.

Autor: Jenival dos Santos Junior